Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?

21/02/2017 14:26
                       
Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos: "Vamos atravessar para o outro lado".
Deixando a multidão, eles o levaram no barco, assim como estava. Outros barcos também o acompanhavam.
Levantou-se um forte vendaval, e as ondas se lançavam sobre o barco, de forma que este foi se enchendo de água.
Jesus estava na popa, dormindo com a cabeça sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e clamaram: "Mestre, não te importas que morramos? "
Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: "Aquiete-se! Acalme-se! " O vento se aquietou, e fez-se completa bonança.
Então perguntou aos seus discípulos: "Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé? "
Eles estavam apavorados e perguntavam uns aos outros: "Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem? "

Marcos 4:35-41
 
Este episódio inicia-se com Jesus despedindo a multidão depois de muito trabalho com ela. Já era tarde e provavelmente, Jesus estava bem cansado, tanto que, ao entrar no barco para atravessar o mar da Galileia dormiu
De repente, uma tempestade surgiu do nada e foi tão forte que a água do mar entrava no barco. Os discípulos, é claro, ficaram com muito medo de morrer ali. Então resolveram acordar Jesus que, tranquilamente e com muita autoridade, ordenou ao vento e ao mar que se acalmassem e assim aconteceu.
Mas aqui sempre procuramos ir um pouco mais além do óbvio na análise das escrituras e hoje escolhemos a passagem onde Jesus acalma uma tempestade e em que a mensagem evidente é demonstrar o poder do Mestre em controlar os elementos da natureza, mas as escrituras são sempre mais do que aparentam e também aqui temos uma importante mensagem do Senhor para todos nós.
 
E para uma correta interpretação é primeiramente necessário entender o significado simbólico bíblico de dois elementos da passagem.
 
1-Barco
Na tradição cristã, o barco remete à igreja (não propriamente uma instituição mas sim o conjunto dos crentes em Jesus), que acomoda e protege os seus fiéis dos perigos e tentações da vida. Nesta perspetiva, o barco simboliza a travessia em direção à vida eterna. O barco está presente em toda a travessia da vida, numa navegação perigosa.
 
2-Tempestades
A tempestade neste contexto representa então os perigos, infortúnios e tribulações a que a igreja e seus elementos estiveram (e ainda estão) sujeitos neste mundo.
 
Profecia
Tendo isto em mente convém ainda referir que esta é uma passagem profética pois há 2000 anos atrás já previa o que iria acontecer à verdadeira igreja cristã, que ao longo da história quase sempre sofreu perseguição. É também interessante verificar que quando é dito; Outros barcos também o acompanhavam.”, isso já significava que a igreja cristã se iria dividir em várias denominações e não se manter coesa em apenas uma visão e por isso mais sujeita ao efeito da “tempestade”, pois um grande navio resiste melhor que muitos barquinhos.
 
 
Jesus dormia
Durante a travessia vemos que Jesus tomado pelo cansaço - pois também era homem - adormeceu completamente alheio ao que sucedia. Ele verdadeiramente estava totalmente sossegado. Seguramente quando se deitou sabia que a travessia era perigosa, mas ele estava confiante ao ponto de dormir sem demais preocupações.
 
A falta de fé
 
Mas os discípulos não tinham tanta confiança assim e devido à violência da tempestade decidiram acordar Jesus dizendo-lhe: "Mestre, não te importas que morramos? "
É interessante ainda verificar que os discípulos estão na proa do barco enquanto o Senhor Jesus fica na parte de trás, repousando adormecido sobre um travesseiro.
Aqui é muito importante perguntar: nesse momento o Senhor estava ou não estava com Seus discípulos? Ele estava com eles, sim – mesmo que não da forma que Seus discípulos esperavam. 
Mas qual era a perceção dos discípulos nesse momento? Como foi que eles reagiram quando a tormenta se abateu sobre eles e seu Senhor continuava dormindo?
É triste mas verdadeiro: o momentaneo silêncio de seu Senhor fez com que aqueles homens tivessem uma sensação de abandono, como se o Mestre os tivesse deixado sozinhos.
Então eles decidem acordar Jesus, que lhes responde:
"Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé? "
Então aqui vemos que o problema sempre foi a fraca fé em Deus face à tormenta.
 
 
Aplicação para os nossos dias
Hoje em dia, a igreja,ou mesmo nós individualmente, estamos sujeitos a provas e lutas na nossa vida. As tempestades surgem na vida de qualquer um e nos levam ao desânimo e por vezes ao desespero. Elas são muitas (desemprego, conflito de relacionamentos, doenças, divórcio…) e tal como no barco, às vezes parece que Deus está dormindo face à nossa dificuldade.
Assim procuramos muitas vezes por nós próprios e por nossos meios encontrar a solução para esses problemas, mas apercebemo-nos que ao fim de algum tempo de lutas apenas conseguimos acrescentar a um problema, outro problema. 
É nestes momentos que nós, assim como Jesus fez, precisamos descansar “na nossa almofada da Fé ". Tal atitude demonstra o que nós precisamos fazer quando somos surpreendidos por alguma tempestade: “descansar”, deitar no fundo do barco e esperar em Deus. Jesus demonstra dormindo face à tormenta que ele sempre confiava em Deus Pai independentemente das circunstâncias.
 
 
O Barco de Jesus
Quando tudo à nossa volta desaba, Jesus Cristo está chamando por nós para entrarmos no seu barco da tranquilidade onde existe paz e segurança.
A nossa segurança está aonde? Naquilo que somos? Naquilo que fazemos? Naquilo que temos?
Não, a nossa segurança está naquele que deu a sua vida por nós todos,
Jesus Cristo!

Jesus Cristo durante o seu ministério treinou seus discípulos a enfrentarem as tempestades que iam surgindo. Seus discípulos durante três anos assistiram a vários milagres. Jesus transformou agua em vinho. Jesus curou os doentes. Jesus ressuscitou os mortos, alimentou multidões, a Sua preocupação maior sempre foi direcionada para os mais desfavorecidos. Mas mesmo assim nós vemos no texto que seus discípulos entraram em pânico e foram despertá-lo: “Acorda Senhor !!! Não vês que vamos morrer?" Jesus calmamente apenas profere duas palavras: “Acalma-te” e “Cala-te” E logo o vento acalmou e fez-se grande bonança.

A timidez, a covardia,
o medo, a pouca fé, a resistência ao Evangelho de Cristo, à Palavra de Deus nos levam a momentos de desespero e até a perdermos a esperança. Mas a Fé não pode ser circunstancial (só buscarmos a Deus na aflição ou na dor ou quando algo corre mal).
Afinal onde está colocada a sua Fé? No seu trabalho? Na sua conta bancária? Nos seus bens materiais?

A almofada onde Jesus Cristo colocou sua cabeça simboliza humanidade, e ao mesmo tempo descanso em Deus nas tempestades da vida.

Entregue o seu coração ao Salvador e poderá não só descansar na sua almofada da fé como também descansar na Vida Eterna. Entregue o seu coração a Jesus .
Esse episódio termina com a seguinte pergunta feita pelos discípulos: Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”
Você sabe quem é Ele, de fato?
 
 
Fontes:
E Jesus Estava... Dormindo
http://www.chamada.com.br/mensagens/jesus_dormindo.html
Jesus acalma a tempestade - I
http://www.casadeoracaocehab.com.br/2014/05/jesus-acalma-tempestade-i.html
ALMOFADA”
http://www.igrejanovavida.net/index.php?option=com_content&view=article&id=76&Itemid=58
DEITE NO FUNDO DO BARCO
http://www.casadeoracaocehab.com.br/2015/10/deite-no-fundo-do-barco.html