Pode alguém ser salvo só por obras sem sequer crer em Jesus? -Parte 2- Os hipócritas são salvos?

21/09/2015 12:51

                           

LEIA PRIMEIRO:
Pode alguém ser salvo só por obras sem sequer crer em Jesus?-Parte 1
http://www.nunes3373eb.com/news/pode-alguem-ser-salvo-so-por-obras-sem-sequer-crer-em-jesus/

 

Na primeira parte deste artigo concluímos que é pela graça que somos salvos, i.e., a salvação é obtida de forma totalmente gratuita apenas pela crença em Jesus.
Mas depois de explicar como isso é possível ficamos com a seguinte pergunta:

Mas então pode alguém se salvar fazendo só más obras? Só por acreditar em Jesus?

Na primeira parte demos o exemplo do ladrão arrependido que na cruz acreditou em Jesus e assim foi salvo, mas como é óbvio esse ladrão só teve aquela hipótese, ele não foi hipócrita, ele não se dizia, nem era cristão antes de ser crucificado, ele de coração verdadeiramente creu naquele derradeiro momento de sua vida e assumindo a responsabilidade de suas ações conseguiu sua salvação. Qualquer um nestas circunstâncias pode ser salvo, mas este é um caso muito especial.
Mas e quanto aos outros, que durante a sua vida dizem até ser cristãos, vão às igrejas e alguns são até líderes religiosos, mas fazem tudo ao contrário do que Jesus ensinou, esses também são salvos?

Jesus falando de líderes religiosos hipócritas

 
Antes de mais convém esclarecer que o evangelho não diz: “Porque estou obedecendo a Deus agora serei salvo”. NÃO! O evangelho diz, ao contrário, “Porque fui salvo pela graça gratuita de Deus, agora quero obedecer”.
Às vezes ouço dizer:
“Eu sei que não deveria fazer isto ou aquilo, mas também sei que Deus me perdoa”.
Essa pessoa não sabe o que é perdão. Ninguém que compreenda a graça de Deus e realmente entende o que está em causa encara o pecado com leviandade. Quanto mais se entende a graça, mais radical se torna a mudança de comportamento.
O verdadeiro convertido a Cristo não lida mais de forma leviana com o pecado, ele vai tentar mudar seu comportamento, ele vai orar a Deus para que o ajude a mudar e com certeza JAMAIS cometerá o grande pecado de usar o nome de Jesus apenas para seu benefício pessoal (coisa que é do que mais vemos nos líderes religiosos hipócritas).
O verdadeiro cristão tentará imitar o seu mestre e no mínimo cumprirá com os mandamentos básicos de ser cristão, sendo um deles tentar fazer aos outros aquilo que gostávamos que nos fizessem a nós, e a meu ver é impossível ser verdadeiramente cristão e ao mesmo tempo ser ladrão, corrupto, assassino ou seja lá que outro comportamento deplorável for. Qualquer comportamento que prejudique diretamente o próximo saí imediatamente de cogitação por parte do verdadeiro convertido.
 

E então as obras não servem para nada?

Na Bíblia também encontramos:
"Porque assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta."
Tiago:2:26
Será que existe aqui alguma contradição com o que foi dito anteriormente sobre ser a graça e não as obras que nos salvam?
É óbvio que não, estas obras de que se fala aqui são obras que nascem espontaneamente da fé e da crença em Jesus, elas não vêm da tentativa de pagar algum pecado mas sim da vontade de nos assemelharmos a Jesus que pautou toda a sua vida pelo amor, pela retidão e compaixão ao próximo. E mais, o cristão tem a consciência que por muita obra que faça jamais elas sequer chegarão aos calcanhares do sacrifício expiatório de Jesus. O verdadeiro crente tem noção de seu pecado e limitações pelo que só praticará as obras sem mais nenhum interesse a não ser dar o seu melhor por respeito e fé em seu Mestre, ele sabe que não serão as obras a salvá-lo, as obras apenas contribuirão para um mundo melhor e/ou mais almas salvas.
O verdadeiro cristão não está obrigado a nada, mas ele terá todo o orgulho em dar o seu melhor!
Assim é evidente que o verdadeiro crente terá sempre obras, sejam elas de evangelização, de caridade ou de acordo com os seus dons e possibilidades, não para ser salvo, pois essa certeza ele já a tem, mas unicamente porque deseja realizá-las e também para honrar a Jesus que deu sua vida para que ele tivesse a certeza dessa salvação.
É virtualmente impossível ser cristão, não lidar mal com o pecado e não tentar fazer algo de positivo pelos outros, a hipocrisia jamais existirá no coração de um verdadeiro crente, ele pode ser ainda um pecador, mas lutará contra o pecado, ele pode ainda não ser o exemplo máximo de caridade, mas irá dar o melhor de si de forma desinteressada e JAMAIS UTILIZARÁ O NOME DE JESUS APENAS PARA SEU BENEFÍCIO PRÓPRIO.
 

Conclusão

Assim ficamos a entender que somos salvos gratuitamente apenas por acreditarmos em Jesus, independentemente do que façamos em nossa vida, mas também sabemos que ao aceitar Jesus seremos transformados para melhor pois entendemos tudo o que está em causa, daí naturalmente nascerão as obras.
Você é salvo pela fé, independentemente das obras, mas, se as obras não nascem da fé, então sua fé não é genuína. Os hipócritas não conseguem enganar a Deus e não têm lugar no seu reino!
Ninguém tem que fazer nada para ser salvo, mas também ninguém que acredita em Jesus quer ficar sem nada fazer, isto só se entende quando se entende a verdade. E todos que verdadeiramente procurem A Verdade, com certeza a encontrarão:
“E eu vos digo: pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Pois todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá”
Lucas 11:9,10
 

Nota final

E quem nunca ouviu falar na Bíblia e em Jesus?

Hoje em dia já poucos nunca ouviram falar na Bíblia e em Jesus, seja em que lugar do mundo for, se alguns a rejeitam conhecer, isso não serve de desculpa. Mas ao longo da história ou mesmo na atualidade realmente existiram almas que partiram sem nunca ter conhecido o evangelho e então esses foram ou não salvos?
Uma coisa é certa, essas pessoas são também pecadoras e se estão neste mundo é por essa razão, mas Deus é um justo e misericordioso juiz e ninguém terá razões de queixa em seu julgamento.
Todos serão julgados justamente e sabemos ainda pelas escrituras que:
"Aquele servo que conhece a vontade de seu senhor e não prepara o que ele deseja, nem o realiza, receberá muitos açoites.
Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido".
Lucas 12:47,48
Assim e com essa confiança preocupemo-nos nós em fazer o melhor possível pois Deus é Bom e Justo para que todos sejam julgados com justiça e misericórdia!
 

Fontes:

Neste artigo usamos extratos do livro de D.A.Carson, "As Escrituras dão Testemunho de Mim"