O poder da oração sincera em nome de Jesus

07/04/2014 11:44
                          
Quem segue o site www.nunes3373.com sabe que não me encontro vinculado a nenhuma denominação religiosa e a dogmas extra-Bíblia, sou cristão independente e acredito na Bíblia como um livro sobrenatural.
Acredito que Jesus foi o Criador que viveu entre nós para nos libertar das garras da morte que é o poder de satanás, sendo este último o líder dos extraterrestres interdimensionais, vulgo demónios que controlam parte da nossa sociedade materialista.
Muitas vezes me perguntam a qual igreja eu pertenço e na verdade muitas vezes respondo que não é meu objetivo levar ninguém para igreja nenhuma. Que me interessa a mim que as pessoas se dirijam 7 dias por semana à igreja e na vida real nada pratiquem do que está escrito na Bíblia? 
Mais importante que ir a igreja é praticar no dia a dia uma vida de acordo com os mandamentos de Jesus, mas isso não quer dizer que não devemos orar.

A oração a Deus de acordo com a Bíblia é uma arma muito poderosa!

Muitos ocultistas e satanistas utilizam magia e feitiçaria para levar a cabo os seus intentos, o cristão por sua vez deve usar a oração a Deus em nome de Jesus para que o criador o ajude no que ele necessita e como proteção na batalha espiritual.
A oração é algo poderossíssimo e se usada com fé e perseverança para uma boa causa jamais falhará, devemos utilizá-la nas alturas difíceis mas também quando tudo está bem, não nos lembremos de Deus apenas quando necessitamos, na verdade devemos tornar a oração uma prática diária e em pouco tempo sentiremos os seus efeitos.
Não devemos achar que orando tudo se passará de acordo com que pedimos e/ou no tempo que pedimos, pois muitas vezes os nossos pedidos podem vir até a se tornar prejudiciais, embora na nossa limitada visão não o saibamos. Mas perseverando, Deus com certeza nos ouvirá e ajudará de certeza absoluta em todas as nossas reais necessidades.
 

E como devemos orar?

Vejamos o que nos diz o senhor Jesus:
 
"E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
Mas tu, quando orares,
entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê o secreto, te recompensará publicamente.
E, orando,
não useis de vãs repetições, como os pagãos, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.
Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.
Portanto, vós orareis assim:
Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém."


Mateus 6:5-13
 
Ou seja, devemos orar a Deus em secreto, não como os hipócritas que vão para as igrejas aos berros e dando grandes shows muitas vezes em línguas que só eles conhecem de forma a serem admirados pelos outros. Esqueçam esses shows, Deus abomina a hipocrisia, ele quer a nossa sinceridade e humildade, não devemos querer parecer os “maiores” da igreja ou comunidade cristã. Jamais devemos orar para ser enaltecidos pelos outros ou parecermos mais cristãos que os nossos irmãos. 
Devemos também ser diretos, não interessa nada a Deus as repetições, que interessa dizer 500 Pai Nosso ou 1000 Avé Marias sem coração? Basta um único Pai Nosso com fé que é suficiente.
O maior cristão é o que mais pratica a palavra de Jesus, não o orador profissional que faz longas e bonitas orações mas vazias e sem fé. Geralmente estes na vida prática fazem tudo ao contrário do que Jesus pregou e infelizmente as igrejas estão cheias deste tipo de pessoa...e também o inferno...
Deus é sincero e preza a nossa sinceridade, logo oremos em casa ou quem preferir numa igreja, mas com sinceridade.
Devemos pedir perdão pelas nossas faltas e o que necessitamos sem esquecer o Pai Nosso meditando nas palavras que falamos, mas tentemos também praticar o que Deus nos recomenda, só assim haverá dignidade nos nossos pedidos.
 

Orar em nome de Jesus

E o mais importante de tudo é fazer a oração em nome de Jesus!
Muitos fazem orações a santos, à virgem Maria, a anjos, em nome do Papa, etc, mas isso não agrada a Deus. A oração é imprópria se não for em nome de Jesus. Expressar isto é uma aplicação óbvia do mandamento de Paulo para fazermos tudo em nome do Senhor Jesus (Colossenses 3:17). O próprio Salvador instruiu seus apóstolos a orar em seu nome. Um pouco antes de irem ao Getsêmane, Jesus insistiu com seus apóstolos para que pedissem ao Pai o que necessitassem. Encorajando-os a orar, ele insistiu que fosse em seu nome. "E tudo quanto pedirdes em meu nome.... Se me pedirdes alguma coisa em meu nome" (João 14:13-14). Mais tarde, no mesmo discurso, ele repetiu esta condição para que o Pai os ouvisse (João 15:16; 16:23,26).
Quando Jesus disse aos seus apóstolos que orassem em seu nome, ele estava insistindo com eles pela percepção e aceitação de sua natureza divina, caráter e propósito. Isto é evidente em João 14. Jesus disse aos seus apóstolos que ele ia preparar um lugar para eles. Tomé pediu informações. Filipe pediu para ver o Pai. Jesus respondeu, declarando que ele era o único caminho para ir ao Pai. O acesso ao Pai era impossível sem Jesus. O nome de Jesus, pelo qual ele insistia com eles para que orassem, era uma revelação de sua pessoa, uma descrição de sua verdadeira natureza e ser, uma declaração da salvação que ele tinha vindo assegurar aos homens.Os apóstolos aprenderam o significado do nome de Jesus por meio da cruz. O Calvário ensinou-lhes que Deus reconciliaria os homens consigo através de Jesus. Esta verdade transformou-os. Eles curavam em seu nome, demonstrando o poder de Jesus para dar a salvação. Eles pregavam em seu nome, insistindo com os homens para que o aceitassem como Senhor e Cristo. Eles compeliram os homens a confessarem seu nome, afirmando sua crença de que Deus o tinha ressuscitado dentre os mortos. Eles insistiam com os homens a invocarem o seu nome, permitindo que o pecado deles fosse lavado. Eles batizavam em seu nome, sabendo que este Cristo era aquele através de quem o perdão poderia ser concedido.
Orar em seu nome significa que apreciamos quem Jesus é, confiamos nele pelo que ele tem feito e respeitamos sua vontade.
É somente através de Jesus que podemos nos aproximar de Deus e fazer pedidos, de outra forma mostramos não reconhecer a sua obra e insultamos diretamente a Deus querendo contornar a forma dolorosa pela qual Ele nos reconciliou consigo.
 
 
CONCLUSÃO:
O grande objetivo deste artigo é expor que o cristão deve usar a oração pois ela tem grande poder, mas para que surta efeito o cristão também tem que ajudar a Deus com o seu comportamento e perseverança. Seja ele independente ou vinculado a alguma igreja o mais importante é a fé e a prática. pois o hipócrita não engana a Deus.
Utilize a oração, ela tem muito poder, mas sempre de acordo com os mandamentos que Jesus ensinou para que realmente possa sentir a sua força e efeito. 
Em Nome de Jesus!
 
E eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho.
O que vocês pedirem em meu nome, eu farei.
Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos.”


João 14:13-15
 

Fonte:

Condições para uma oração eficaz: em seu nome
http://www.estudosdabiblia.net/200044.htm