O cego de Jericó - As caraterísticas do cego Bartimeu (Parte 2)

29/11/2016 12:03

                                   

Leia primeiro:

O cego de Jericó - Harmonização dos relatos (Parte 1)

http://www.nunes3373eb.com/news/o-cego-de-jerico-harmonizacao-dos-relatos-parte-1/

 

Depois de termos harmonizado os relatos dos diferentes evangelistas, vamos agora fazer uma análise mais profunda ao texto. Tal como já por diversas vezes referimos, nada nas escrituras está lá por acaso e todos os pormenores nos trazem informação muitas vezes mais profunda do que a aparente. Sendo assim vamos analisar algumas curiosidades deste milagre, mas antes relembremos a passagem na próxima imagem:
 

Bartimeu

Uma primeira coisa que é interessante é que este milagre relata o nome do personagem curado: Bartimeu, assim como o do seu pai Timeu. Ora nem sempre isto acontece e tal deve merecer logo uma atenção especial.
O seu nome hebraico Bartimeu significa em hebraico (Bar = filho e Timeu, o nome de seu Pai) - O filho de Timeu. Ora a existência do seu nome na narrativa, e principalmente o do de seu pai sugere que este último, Timeu, seria conhecido entre os judeus. E segundo a tradição histórica esse Timeu foi um militar que servia a Israel. Quando o domínio do Império Romano aconteceu, terá se tornado um revoltoso liderando várias sedições que se moviam na direção de desestabilizar o governo romano na região. 

 Vincent Taylor, teólogo e erudito bíblico afirma em seu livro "The Gospel according to Mark" que o fato do nome do pai de Bartimeu aparecer no relato só pode significar que este era conhecido entre os judeus

 
E apesar de não termos comprovação histórica deste fato isso explicaria o porquê da menção ao nome do pai do cego e também a cegueira do seu filho, visto que era costume dos romanos cegarem os filhos dos revoltosos de forma a evitar vinganças (aliás isso explica a existência de muitos cegos na palestina no tempo de Jesus). Esta política servia ainda de aviso para que todos vissem o que acontecia a quem se opusesse ao domínio do império romano.
 
A cidade de Jericó
Este milagre acontece às portas de Jericó. A cidade de Jericó representa na Bíblia a cidade da maldição, esta sempre esteve envolvida na Bíblia com coisas mundanas, materiais e nada santas. Simboliza, no contexto espiritual, o campo dos interesses materiais e transitórios, retrata o plano de sensações imediatistas que devemos abandonar.

 

Cego e sentado junto ao caminho

Bartimeu sendo cego representa o ser humano que habita a Jericó espiritual, ou seja, cego à verdade e materialista. Mas no caso de Bartimeu ele encontra-se na SAÍDA de Jericó, não na entrada. Ele já queria sair, já não estava feliz naquele ambiente, e tanto não estava que se colocou "à beira do caminho". Isso acontece com muitos que deixam de se satisfazer apenas com os bens materiais e procuram outro tipo de conforto espiritual que este mundo não oferece. Mas o fato de estar sentado representa uma atitude mental de inoperância, em que a criatura se encontra revestida de um sentido de acomodação face aos imperativos de trabalho pela edificação da vida imortal. Infelizmente é isso que vemos na grande maioria das pessoas atualmente, elas não estão satisfeitas espiritualmente, mas ainda assim estão apáticas e nada fazem para mudar o seu modo de vida. Não saem da sua zona de conforto, acomodam-se.
 
Mendigo
Outra caraterística de Bartimeu é que este era mendigo. O mendigar é pedir esmolas, e mendigo é aquele que numa grande maioria das vezes não oferece nada à vida, é mero recebedor de recursos, aquele que se posiciona unicamente como simples pedinte. Nada oferece, só quer receber. E embora essa posição não agradasse a Bartimeu, era isso que ele era. E tal como Bartimeu, o acomodado espiritual também muitas vezes deseja, pede, mas nada faz...
Se então analisarmos todas estas caraterísticas entendemos que  o Bartimeu de ontem, representa parte da humanidade de hoje, que apesar de muitas vezes insatisfeita com o materialismo vigente e desagradada com a falta de valores na sociedade atual vai apenas mendigando por valores mais altos e por coisas que lhe tragam conforto espiritual e não apenas material. É uma humanidade cega à verdade (essa deficiência revela hoje as nossas dificuldades de visão no campo espiritual) e que se encontra “à beira do caminho” certo, mas que está acomodada à situação em que vive, não tendo nenhuma iniciativa para mudar o status quo.
 
Jesus e Bartimeu
Mas de repente aparece Jesus nesse caminho, esta é uma oportunidade para Bartimeu que de certeza já tinha ouvido falar nos seus milagres. E o que acontece? É exatamente isso que veremos na próxima parte.
Continua…

 

Fontes:

O Cego de Jericó
http://evangelhoplus.blogspot.pt/2010/09/cap-3-o-cego-de-jerico-parte-3.html